terça-feira, 14 de junho de 2011

Matéria Exclusiva - Impressões da conferência da Nintendo na E3 2011

   Sem sombra de dúvidas, a conferência mais aguardada de todas nesta E3 2011. A Nintendo não só prometia enfrentar a recém nascida ameaça portátil PS Vita com novos títulos para 3DS, como também revelaria o seu novo console que prometia um potencial gráfico superior ao Xbox 360 e PS3. Era para ser uma conferência histórica à ser lembrada por muitos e muitos anos. Na verdade, será lembrada sim, como sendo um dos piores anúncios de um console já feito.

   Tudo começou lindo!!! Uma orquestra abre a conferência da Nintendo tocando vários temas da série Zelda, enquanto aparece várias cenas dos games Zelda e até mesmo cenas inétidas de Skyward Sword, novo game da franquia para Wii. Foi a homenagem prestada à série "The Legend of Zelda" por seus 25 anos de vida. Tudo estava perfeito!!! Miyamoto entra em cena e faz algumas brincadeiras com a orquestra, simulando cenas clássicas da série, como abrir um baú por exemplo. Mas enquanto o próprio Miyamoto começava a fazer as revelações sobre os games da série Zelda, já começavámos perceber algo que estava incomodando. Não havia nenhum anuncio expressivo!!! A data de lançamento de Skyward Sword foi resumida à "nas férias". Não teve nenhum anúncio bombástico ao lançamento de Ocarina of Time 3D que já é no próximo dia 19 de Junho. Nada!!! Isso foi apenas o começo da queda de uma das conferências mais promissoras da E3.

Pontos Fortes

-   Abertura emocionante: A Nintendo não poderia ter começado da melhor forma. Assistir à homenagem que a empresa fez à uma de suas franquias mais poderosas foi simplesmente lindo e emocionante. Os fãs mais hardcore de Zelda com certeza devem ter ficado bem emocionados com a homenagem. E para torná-la mais inesquecível ainda, foi revelado trechos do novo trailer de Skyward Sword, mostrando Link cavalgando um pássaro gigante junto com seus amigos pelos ares, algo inédito na série, e com certeza muito épico.


Pontos fracos

- Anúncios óbvios para o 3DS: No dia anterior a Sony acabara de anunciar oficialmente o nascimento do PS Vita. Todos sabiam que isto ocorreria nesta E3. A Nintendo teve sua chance de reagir e mostrar porque o 3DS é uma experiência mais válida do que o portátil da concorrência. E o que a Nintendo fez? Mostrou os mesmo títulos de sempre que só atraem o público casual e os fãs da Nintendo. Super Mario 3D, Super Mario Kart 3D, etc. Por outro lado, o 3DS também mostrou um lado que pode ser visto como uma faca de dois gumes, pois parece que o portátil da Nintendo se tornará no lar dos remakes. Foi remake de Star Fox 64, remake de Metal Gear Solid 3, remake de Tekken. E quem não quer jogar de novo esses games? Cadê as novidades? Ah sim, teve Luigi's Mansion 2 e mais um trailer do novo Kid Icarus. Mais uma vez, ela se prende demais em seu micro mundo e mostra pouca variedade de games sem serem produções da própria empresa.
   Não me entendam mal, sou um grande fã da Nintendo e para mim esses títulos citados acima são mais do que suficientes para comprar um 3DS. Mas estamos falando de um mercado extremamente competitivo, por isso não podemos pensar como fãs. Até o momento não existe um atrativo real (além do efeito 3D) para que alguém que não seja fã da Nintendo queira comprar o console. Se a Nintendo não sair um pouco do seu micro mundo e procurar títulos de peso fora da própria empresa e sem serem remakes, o 3DS estará destinado a apanhar do PS Vita, assim como já está apanhando do PSP.


- Abandono do Wii: Parece que a Nintendo deixou bem claro na E3 que abandonou de vez o Wii. Não teve nenhum anúncio para ele. Não houve alguma declaração do tipo "The Last Story e Pandora's Tower chegarão no ocidente", ou mais detalhes revelados sobre Skyward Sword, que até o momento, é o ultimo grande lançamento da Nintendo. Nada!!! O Wii realmente foi abandonado pela empresa.



- Anúncio do Wii U: Foi simplesmente um dos piores anúncios de games da história. Reggie Fils-Aime simplesmente falou da necessidade de se ter uma nova plataforma, citou o nome "Wii U" e mostrou o controle. Após isso, entrou um video mostrando como você pode jogar vários jogos de Wii com esse novo controle, como você pode navegar pela internet, conversar por video conferência com seus amigos e interagir com o mundo à sua volta de uma maneira única. E não mostrou nenhum console!!!! Pronto, formou-se a confusão!!! Acredito que até agora deva ter gente se perguntando se Wii U é um novo controle para Wii ou se é um tablet PC da Nintendo. A confusão foi tamanha que as ações da empresa simplesmente despencaram no dia seguinte. O próprio presidente da Nintendo, Satoru Iwata, admitiu que deveriam ter feito o anúncio de uma maneira diferente, sugerindo que primeiro deveriam ter mostrado uma imagem do console no momento do anúncio para depois mostrarem o controle e suas funcionalidades.
   Mas não ficou só nisso não. Teve mais!!! Para piorar (mais ainda) a situação, mostraram a lista de lançamentos previstos para o novo Wii U. Games espetaculares que mostram que a empresa está correndo atrás do prejuízo e quer reconquistar o público hardcore. Eram games como Darksiders II, Ghost Recon e Ninja Gaiden III. Mas aí você me pergunta "o que isso tem de errado?". E eu respondo, eram videos das versões de PS3 e Xbox 360!!! Todos comentando sobre os gráficos do Wii U, muitos até dizendo que eram inferiores às plataformas atuais, e na verdade eram gráficos de Xbox 360 e PS3. Muitos podem dizer "mas é porque a Nintendo não tinha videos desses jogos para mostrarem ao público". Então não fizessem parecer que eram gerados pelo Wii U.
   O mais escandaloso disso tudo é que a Nintendo possuía versões jogáveis de alguns games para Wii U, como Darksiders II, e os games Killer Freaks e Ghost Recon Future Soldier, ambos mostrados em uma outra conferência só com a Nintendo e a Ubisoft, onde estavam jogando em tempo real para o público ver. Então a pergunta é " PORQUE NÃO MOSTRARAM ESSE MESMO GAMEPLAY NA SUA CONFERÊNCIA???". Creio que nem o próprio Satoru Iwata sabe a resposta...


Considerações finais

   Prometia ser a conferência da década, mas a péssima estrutura armada pela Nintendo para a conferência estragou tudo. Só não foi a pior das três grandes conferencias da E3 porque a Sony se esforçou mais para fazer uma conferência fraca. 

Nível de entusiasmo: 7.8

Killer Freaks, um dos games jogáveis que a Nintendo não mostrou para Wii U

Por Jorge Megabit

Quaisquer críticas ou sugestões, basta entrar em contato com o email: mbgames@zipmail.com.br

Siga-nos no Twitter:  


Conheçam o nosso canal no YouTube   

Nenhum comentário:

Postar um comentário