segunda-feira, 13 de junho de 2011

Matéria Exclusiva - Impressões da conferência da Sony na E3 2011

   Uma das conferencias mais aguardadas da feira, o evento da Sony prometia anunciar o nome do sucessor do PSP e sua leva inicial de games, assim como uma nova leva de games para o PS3. 

   Logo de inicio, Jack Tretton, presidente da Sony of America, entrou e comentou muito por alto sobre a ocorrência do vazamento de informações da PSN. Em seguida, começaram as demonstrações de gameplays, como Uncharted 3 e Resistence 3. Mas tudo isso ainda não foi o suficiente para empolgar, mantendo um ritmo lento e sonolento do início até o fim. O mais engraçado é que não faltaram anúncios, houve a PS TV, o nome definitivo do sucessor do PSP, agora PS Vita e sua leva de games extremamente bem feitos. Mas com exceção dos sonystas de plantão que comemoram cada sílaba pronunciada pelos executivos da Sony, o restante do público não conseguia se empolgar com uma conferencia extremamente (e desnecessariamente) longa. Até agora não sei dizer se os anúncios foram desinteressantes ou se a forma como eles foram feitos é que não empolgou suficientemente uma platéia visivelmente sonolenta. 


Pontos Altos

- Gameplay de Uncharted 3: Após 12 minutos tediosos de trailers de games já lançados para as plataformas da Sony, e pelo menos uns 10 minutos com Jack Tretton falando num ritmo arrastado como se estivesse palestrando para meia dúzia de acionistas da empresa, finalmente algo surge na tela e mostra "opa, a conferência da Sony começou". Tratava-se do extraordinário video de gameplay de Uncharted 3. Engraçado como um game que n]ão era surpresa nenhuma, que todos já esperavam, conseguiu surpreender mais do que as ditas "surpresas" da conferência. Os gráficos eram estupendos, mas o que impressionava de verdade era a absurda física do game que esbanjava naturalidade nos movimentos e reações de Drake. Era simplesmente incrível como ele se movia de acordo com o balançar do barco. As texturas também exibiam uma naturalidade tão assustadora, que a impressão que se tinha era que a camisa de Drake era feita de tecido de verdade. Foi uma demonstração que exibiu e esfregou na cara da concorrência da sony o poderio técnico superior do PS3, pouquíssimas vezes bem explorado. O expectador podia ter a nítida sensação de que a Sony estava dizendo "olhem só o que os consoles de vocês não conseguem fazer com tanta naturalidade assim". Simplesmente o ponto alto da conferência.

-Retorno de Sly Cooper: Inesperadamente, surge um trailer que mais parecia um anuncio de um longa animado, e do nada, podia-se ver um vulto negro que lembrava um famoso personagem dos games esquecido há alguns tempos (PS Move Heroes não conta). Sim, tratava-se de Sly Cooper, o guaxinim mais adorado dos games.Thieves in Time praticamente não teve mais nenhuma revelação à não ser a de que o game estava sendo desenvolvido, mas já foi o suficiente para tirar o fôlego de muitos saudosistas de algumas franquias abandonadas ao PS2.



Pontos Baixos

- Abertura tediosa: Parece bobagem, mas um dos pontos principais de uma palestra, conferência ou seminário é o seu início. Independente de ser animado ou não, a abertura de um evento deve dizer à que ele veio. O catastrófico disso tudo, é que a abertura da Sony realmente disse à que ela veio. Ao ver uma sucessão de trailers de games já lançados para as plataformas da Sony, logo de cara o expectador recebia a mensagem "vocês não verão novidades aqui, somente o que todos já esperavam ver.". E foi exatamente isso que ocorreu.


- PSN ignorada: Após o triste acontecimento do roubo de dados da PSN, imaginava-se que a Sony iria anunciar uma avalanche de novidades e benefícios para sua rede, mas o que ocorreu foi só uma leve menção de Jack Tretton em relação ao ocorrido, e mais nada. Foi triste em ver que a Sony não se preocupou em criar novos recursos para a rede ou em realizar anúncios bombásticos que trouxessem a confiança de volta. Parece que a mensagem que Jack Tretton passou era "sabemos que o ocorrido foi triste, pedimos desculpas, mas sabemos que vocês nos amam mesmo assim, então deixa pra lá.".


- Anúncios óbvios: Um dos pontos mais fracos da conferência da Sony, a completa obviedade dos anúncios foi o que tornou duas horas de conferência numa verdadeira tortura. Parecia aquelas palestras chatas de faculdade que nunca terminam. Sei que inúmeros sonystas devem estar me amaldiçoando agora, mas foi verdade. Praticamente todos os games que todos já sabiam que estariam lá apareceram. O PS Vita que todos os sites comentavam sobre a possibilidade do nome realmente se confirmou. Não houve novidades realmente significativas. 
   O anúncio da PS TV só evidenciou que a Sony não tinha novidades de verdade para anunciarem, então pegaram uma de sua TVs em 3D (o modelo de 24 polegadas) e colocaram num kit com um óculos 3D e o game Resistence 3. E ainda teve gente comemorando no twitter (oO). Se ainda tivessem anunciado a TV 3D sem óculos, mas nem pra isso. Ficou evidente que não passava de um tapa buraco na total falta de novidade da conferência.
   O PS Vita não mostrou nada de novo, apenas o que todos já sabiam que teria. Os games também se mostraram igualmente óbvios, exceto o anuncio de Street Fighter vs. Tekken que pegou todos de surpresa. Mas, desnecessariamente, resolveram enfiar o protagonista de Infamous 2 ali no game. Nada haver!!! O personagem simplesmente não combina com o game!!! Não é a mesma coisa que colocar Kratos em Mortal Kombat (que parece que foi concebido para o jogo). A Sony realmente forçou muito a barra para criar um atrativo para seu PS Vita, e sinceramente, não conseguiu.


Impressões finais

   A Sony apresentou uma conferência tediosa, sonolenta e completamente óbvia, sem uma novidade que realmente sacudisse os pilares da E3. E ainda teve a coragem de ficar duas horas apresentando sua conferência sem realmente ter o que apresentar. Ao contrário de suas concorrentes que foram lotadas de anúncios relevantes e não precisaram usar duas horas. É Sony, nem sempre mais é melhor.

Nível de Entusiasmo: 6.4



Por Jorge Megabit

Quaisquer críticas ou sugestões, basta entrar em contato com o email: mbgames@zipmail.com.br

Siga-nos no Twitter:  

Conheçam o nosso canal no YouTube   

Nenhum comentário:

Postar um comentário