terça-feira, 24 de maio de 2011

RETROanálise - Banjo-Kazooie Nuts&Bolts

Leia a análise da produção da RARE mais aguardada para o X-BOX 360.
Anunciado em 2007 e lançado em 11 de Novembro de 2008, Banjo-Kazooie Nuts&Bolts  acabou se tornando o produção mais aguardada da RARE desde que ela foi comprada pela MICROSOFT. A inglesa RARE lançou um conjunto de games para X-BOX e X-BOX 360 que patinou em vendas e qualidade. Será que Banjo-Kazooie Nuts&Bolts  mudou este quadro?

Trailer de 2008

A bruxa Grunthilda resolveu novamente dar as caras, com a intenção de provar de uma vez por todas quem realmente controla a Spiral Mountain. Entretanto, o duelo Banjo-Kazooie Vs. Grunthilda ganha agora um mediador: o Lord of Games. À nova figura, que possui uma face muito semelhante ao clássico jogo Pong, é atribuída a criação de todos os jogos de videogame que já chegaram ao mercado.
O novo mediador vai então jogar Banjo e Kazooie na ensolarada Showdown Town, de onde poderão ser acessados diversos mundos de jogo saídos diretamente da imaginação do LoG. O jogo, apesar de ser baseado em uma franquia clássica, foi produzido com a mais moderna tecnologia, usando a engine HAVOK.

Gráficos

Neste quesito o projeto é extremamente bem realizado, o jogo não envelheceu. Os cenários são muito be contruídos, o jogador não vê nenhuma falha, é tudo muito bem realizado, chama muita atenção também o design das fases, muito belos mesmo. O jogador passeia por uma mistura de europa medieval, com toques modernos e de contos de fadas, tem também um cenário muito legal, o LOG 720, onde você joga dentro de um videogame, tem uma outra fase em que o jogador passeia por um ambiente que resume em seus cenários vários jogos da RARE, a parte gráfica e seus cenários são muito bem realizadas.
NOTA: 10  

SOM

Outro destaque do jogo, além das boas e novas composições, vemos também músicas da época do NINTENDO 64 refeitas, e os novos arranjos ficaram ótimos. A parte sonora é muito boa também. Com sons extremamente naturais, sem deixar de citar que quando você está passeando com algum veículo a música muda de acordo com o personage que você se aproxima, tudo muito natural. Banjo-Kazooie Nuts&Bolts  é o tipo de jogo que dá vontade de jogar só para ouvir a trilha sonora.
NOTA:10

JOGABILIDADE

Neste queisto o jogo falha, e feio.... Para começar os acessos são enormes, cada cenário demora muuiittooo para carregar, cada animação (são muitas) demora mmmuuiittoooo para carregar. A jogabilidade baseada na contrução de veículos tentou inovar, mas atrapalhou, e muito. No começo o jogador não sente tanto, mas com o tempo as missões só são cumpridas com os veículos personalizados, mas as peças muitas vezes não se encaixam, você é obrigado a ficar muito tempo testanto e montando veículos, o jogo perde ritmo e se torna burocrático, chega um ponto que passa-se mais tempo montando veículos do que jogando as missões, o jogo acaba se tornado um desprazer.
NOTA: 2,0

REPLAY

Nem nos mais belos sonhos da RARE existe replay para este jogo, já é difícil/chato terminar um dos jogos mais burocráticos já feitos, imagine jogar de novo?
NOTA: 0

ORIGINALIDADE

Sim, o jogo tentou ser original dentro da proposta deste tipo de jogo, adicionado a montagem de veículos, só que ele pecou na sua tentativa de fazer diferença. Além de não apresentar pouca coisa nova, o que ele apresentou de novidade foi ruim.
NOTA: 2,0

AVALIAÇÃO FINAL: 4,8

Este jogo só conseguiu esta nota graças aos expetaculares quesitos artísticos, pois infelizmente ele é um desprazer, era ser bom, mas os acessos e a jogabilidade onde a montagem de veículos é obrigatória "matou" todo ritmo desta que poderia ser a volta triunfal da RARE.

A nota do game é obtida somando-se todos os quesitos e dividindo por cinco.


Por ConstancioH

Quaisquer críticas ou sujestões, basta entrar em contato com o email: mbgames@zipmail.com.br

Siga-nos no Twitter:

Nenhum comentário:

Postar um comentário