segunda-feira, 2 de maio de 2011

MEGAnálise - NINTENDO 3DS

O NINTENDO DS, tão poderoso quanto o NINTENDO 64, prometeu e cumpriu dar ao jogador uma nova forma de jogar em um portátil. Em 2010, na E3, a NINTENDO revelou o NINTENDO 3DS, que além de ter uma qualidade gráfica comparável ao Game Cube/Wii o novo portátil prometeu em seu anúncio algo novo, dar efeito 3D aos jogos sem óculos! Será que ele cumpriu a promessa? A equipe MEGAbit já está com o 3DS em mãos e te conta tudo!
Lançado agora em Março, o NINTENDO 3DS ainda não está disponível de forma oficial no Brasil, mas em algumas lojas o importado está a venda por salgados R$ 1.500,00. A internet já tem preços melhores, em vários sites já é possível encontrar ele por R$ 700,00. Esta MEGAnálise foi feita usando o game Super Street Fighter IV.
SF IV. Jogo usado na
análise do portátil

GRÁFICOS 

Ligar o 3DS já é motivo de felicidade, esta análise foi feita com o efeito 3D ligado ao máximo e simplesmente ver o efeito 3D já no menu é algo indescritível. O efeito 3D no portátil é muito mais agradável que nos cinemas. Além do sistema usado no console apresentar uma profundidade que dá a impressão que a tela do aparelho é uma janela para outro mundo, vários elementos boiam na tela, dando a impressão que irão sair à qualquer momento. É impossível não abrir um sorriso na primeira vez que se experimenta o portátil. Vamos ao jogo, o site IGN fez uma análise do hardware junto aos desenvolvedores e o veredito foi: graficamente o portátil dá a ilusão de qualidades semelhantes ao X-BOX 360, já que a pequena tela esconde qualquer defeito nos gráficos. Isso é sentido em Street Fighter IV, o jogo apresenta a mesma qualidade gráfica de suas versões do PS3 e X-BOX 360. Parece algo inacreditável para um portátil. O efeito 3D, muito bom, se restringe à profundidade do cenário, detalhes e golpes, tudo muito sutil, tudo muito bem feito. Graficamente o 3DS em seu lançamento já está mostrando um grande trabalho.
Nota: 10 

Trailer que mostra os primeiros games do novo portátil

SOM

Para muitos este será o jogo do ano
Um dos pontos que sempre me incomodou no DS foi a qualidade sonora. Mesmo com fone de ouvido, se tinha a impressão que o som, em baixa definição, estava rodando como se fosse uma rádio on-line. No 3DS isso não acontece, o som é natural. No Super Street Fighter IV, o som é tão bom quanto nos consoles. Vozes, trilhas sonora, está tudo lá, muito bem trabalhado. Já as caixas de som do 3DS são tão fracas quanto do DS ou PSP, com som baixo e mal resolvido, use o fone de ouvido.
NOTA: 8,5


Jogabilidade

Steel Diver
Este é um ponto de destaque, tudo que o 3DS se compromete a fazer faz bem. O novo controle em disco funciona de uma forma tão boa que a primeira vez ao usar parece que você sempre usou este sistema, que é resistente e bem localizado. O giroscópio é perfeito, os AR games fazem uso dele de uma forma magistral. Se você movimentar o console, o mundo criado pelos AR games (jogos de realidade aumentada, que usa cartas) acompanha o jogador em tempo real, sem atraso. A visualização 3D é ótima, não cansa e é mais natural que nos cinemas. Tenho lido muitas reclamações na internet sobre pessoas que não se sentem bem depois de um tempo jogando em 3D. Bom, jogo em 3D no máximo o tempo todo e não sinto nada. Cada organismo reage de uma forma. Se por um acaso o jogador sentir algum mal estar é só desligar ou diminuir a intensidade do 3D. Só acho engraçado estes depoimentos na internet de pessoas que dizem que caem e desmaiam. Bom, se fosse assim tanta gente ia estar caindo ou desmaiando nas cadeiras dos cinemas......  Tudo que o 3DS se compromete a fazer faz bem feito, e o efeito 3D é quase "mágico". 
Nota: 10

Trailer com gameplay de Street Fighter IV

Replay

Total! O jogador não cansa de usar o aparelho. 3D sem óculos é uma grande e bem vinda novidade, os AR games são viciantes, a câmera que tira fotos em 3D, as brincadeiras com as fotos e o fato de você poder importar ou interagir com os Mii's do Wii em um menu 3D faz do 3DS motivo para horas de diversão. Apesar de muitos reclamarem de sua bateria, que dura cerca de 3 a 6 horas, o tempo não é pouco. É que é tendência de mercado encontrar defeitos em tudo que é novidade. A bateria do PSP dura de 3 horas e meia a 5 horas e ninguém reclama. O 3DS em si já é divertido, ele traz uma gama de possibilidades que já faz ele ser legal de usar sem estar jogando.
NOTA: 10

Originalidade

Kid Icarus está voltando
A NINTENDO inventou a roda com o controle do NES, com o controle do NINTENDO 64, com o controle do Wii, com o controle do DS e agora inventa a roda mais uma vez com as possibilidades e interação do 3DS. O interessante de jogar no 3DS é que você passa a imaginar vários jogos que já jogou rodando no 3DS, imaginado os efeitos óticos 3D. E verdade seja dita, por enquanto o efeito 3D é algo meramente ilustrativo, mas as possibilidades futuras são grandes. imagine o efeito 3D adicionado e interagindo com a jogabilidade?
Nota: 10

Avaliação Final: 9,7

A gigante japonesa dos jogos acertou em cheio mais uma vez! Os gráficos do seu novo portátil são de ponta, o efeito 3D funciona e é melhor que no cinema. O som melhorou, os AR games, os mini-games usando fotos, o novo controle em disco, tudo, tudo funciona muito bem e de forma natural, como se sempre estivesse ali. O jogador não demora nada para se adaptar a esta nova plataforma. O 3DS nasceu para quebrar paradigmas e para dar muito trabalho ao futuro NGP. A NINTENDO sempre entendeu que jogabilidade é o que importa, mas agora a empresa entende que se a jogabilidade estiver aliada à tecnologia, tudo pode ser muito mais divertido.

A nota do game é obtida somando-se todos os quesitos e dividindo por cinco.

Por ConstancioH

Conheça nossas matérias EXCLUSIVAS sobre o mundo dos games, clique aqui.
Quer receber sempre as atualizações das notícias? Siga-nos no Twitter - http://twitter.com/#!/MBgamenovo

2 comentários:

  1. Conteúdo completíssimo para qualquer jogador louco por game de qualidade.

    ResponderExcluir
  2. gostei da análise é bem esse o sentimento ao usar o 3DS

    ResponderExcluir