segunda-feira, 4 de abril de 2011

MEGAnálise - Double Dragon Ios (Iphone/Ipod Touch/Ipad)

Beat em' up foi um gênero de games que fez MUITO sucesso nos anos 80 e começo dos 90, eram jogos simples, onde o jogador controlava um personagem e simplesmenmte batia em tudo que via pela frente. Um ícone desta época foi Double Dragon, criado em 1987. Agora este jogo acaba de ganhar um remake para Iphone. Leia a análise que a MEGAbit preparou.
Na época Double Dragon esteve presente em praticamente todas as plataformas existentes. Teve versão para NES, ATARI 7800 e 2600, Master System (a mais bem feita da época), NEO GEO, Game Boy, Mega-Drive, PC e até mesmo ZEEBO (em 2009). Agora este jogo acaba de voltar e teremos a oportunidade de  jogá-lo mais uma vez. A história é simples, a namorada de Billy, Marian, é sequestrada e Billy e seu irmão Jimmy lutam para salvar ela da gangue dos Black Warriors.
Um clássico!
  Este jogo foi desenvolvido pela Brizo, a mesma que fez a bem falada versão para ZEEBO, só que este game não é um remake da versão do ZEEBO, é um jogo inteiramente refeito. O jogo foi lançado agora em Março e tem conquistado legião de admiradores, mas críticas somente medianas...... Vamos conhcê-lo.

Gráficos
Um dos pontos altos do game, ao mesmo tempo que ele é fiél aos cenários criados desde a versão arcade ele inova, reconstruindo estes cenários com toda qualidade que um jogo 2D tem atualmente. Sem contar que a animação está mais fluída, quando algum personagem arremessa algo a física está melhor trabalhada, você sente o peso do objeto. A Brizo soube aproveitar a tecnologia do IOS para criar um game com cara de retro mas sem ofender a geração atual.
Nota: 10

trailer / gameplay do jogo

SOM
A trilha sonora de Double Dragon é ótima, refeita mas sem deixar de ser clássica, todos os temas do jogo estão ali, só que com qualidade sonora melhorada. A parte sonora do game é um pouco deficitária, vários ruídos simplesmente não existem. Por um exemplo, é comum portas de garagens abrir neste jogo, simplesmente o ruídos destas portas não existem. Várias armas tem ruidos inconstantes, quando o jogador usa um nunchuk de um inimigo percebe que esta arma não faz ruido quando usada. Tudo bem que é um game para Smartphone, não pode-se pedir som 5.1 DTS, mas nesta parte a produção falhou.
Nota: 5

Jogabilidade
Neste quesito o jogo falha muito, muito mesmo, sofrendo do mesmo problema da versão que a mesma Brizo fez para o Zeebo. Aqui os comandos que aparecem na tela simplesmente NÃO obedecem, são lentos, os movimentos pela tela muitas vezes não saem e o mesmo acontece com os comandos de luta. Isso não chega a tornar o jogo impossível de se jogar, mas atrapalha um pouco. Vale citar o modo multiplayer para dois jogadores, com dois Iphones (cada um com o jogo instalado) é possível jogar em dupla para acabar com os Black Warriors, divertido.
Nota: 6

Replay
Outro ponto onde o jogo peca. Ao terminar o game você simplesmente termina, ele não oferece mais nada além de jogar o game de novo com alguns vilões de segundo escalão do jogo. Não há nenhum extra, somente o modo multiplayer é um atrativo para jogar o game novamente, o problema que não é fácil encontrar pessoas com Iphone por aí..... 
Nota: 4

Originalidade
Este jogo é o precursor de um gênero, junto com games como Final Fight ele criou o beat em' up. Ele ajudou a criar a "roda" , muitos dos elementos de jogabilidade utilizados neste gênero de game com certeza apareceram primeiro nele.
Nota: 9 

Avaliação Final: 6.8
Longe de ser ruim, Double Dragon só não recebeu uma versão muito digna, mas que vale a pena ser conhecida. Este game deve ser baixado pelos curiosos retrôs e para quem está cansado das histórias exageradamente complexas dos jogos atuais. Por somente US$ 3,99 vale a pena ter esta versão de um clássico no seu Iphone.

 A nota do game é obtida somando-se todos os quesitos e dividindo por cinco.


Por ConstancioH

Conheça nossas matérias EXCLUSIVAS sobre o mundo dos games, clique aqui.
Quer receber sempre as atualizações das notícias? Siga-nos no Twitter - http://twitter.com/#!/MBgamenovo

Um comentário: