segunda-feira, 4 de abril de 2011

Matéria EXCLUSIVA - Game.com

Mortal Kombat Trilogy, Sonic Jam, Resident Evil, acesso a internet, tela sensível ao toque... Tudo isso e muito mais no Game.com, um portátil lançado em 1997 que tinha tudo para estourar mais foi um fracasso. Conheça aqui a história deste curioso videogame portátil da Tiger eletronics.
Em 1989 a NINTENDO encantou o mundo com o Game Boy, o console portátil simples e barato que ganhou o mundo era uma verdadeira febre, muitas empresas tentaram ganhar este mercado da NINTENDO, foi lançado o SEGA Game Gear, o ATARI LINX, Mega Duck, Cougar Boy, Wonder Swan, Neo Geo Pocket e uma infinidade de videogames que não conseguiram tirar a coroa da NINTENDO como rainha do mercado de jogos. Em 1997 a empresa americana Tiger (hoje faz parte do grupo Hasbro), popular pelos seus mini-games apresenta o TIGER Game.com.
Os mini-games da Tiger foram distribuídos
no Brasil pela TECTOY
 O Game.com era e não era inovador para época, ele foi o primeiro portátil a ter tela sensível ao toque (só um jogo de brinde usou essa função), além disso ele tinha funções como agenda e calendário, era uma mistura de PDA com videogame portátil. A lista de lançamentos era atrativa também, tinha Resident Evil 2, Duke Nukem 3D, Batman & Robin, Sonic Jam, Mortal Kombat Trilogy e Fighters Megamix. Tudo ia bem, mas a configuração foi anunciada... o Game.com rodava com um processador de 8 bits e em tela monocromática, o modem para acesso a internet (que era vendido em separado) poderia alcançar no máximo 14 kbps e as primeiras imagens de divulgação eram horrendas!!!
Duke Nukem 3D no Game.com
   O público começo a duvidar do Game.com, ele começou a perder mídia, a Tiger lançou o portátil em setembro de 1997 e ele se tornou um dos aparelhos mais inexpressivos da história, com somente 19 jogos lançados! As críticas foram péssimas, os jogos pareciam rodar quadro-a-quadro, o acesso a internet era lento até para os padrões da época, e a Tiger preocupada resolveu reprojetar o portátil e resolveu um dos seus principais problemas, o tamanho, o novo Game.com Pocket pro foi lançado em dezembro do mesmo ano, mas isso não resolveu o problema do portátil, a falta de jogos bons. 

video
Primeiro comercial do portátil

video
Mais um comercial, preste atenção no gameplay dos jogos

A segunda versão do Game.com, mais
compacta e com tela melhor.
A Tiger falhou com o Game.com, a empresa tão popular com seus mini-games queria criar um novo tipo de portátil, focado em audiências mais velhas, com internet e agenda, mas que ficou no meio do caminho, com jogos ruins, internet ruim e funções de PDA limitdas. Talvez uma biblioteca mais interessante salvasse o aparelho da total inexpressividade. Por ter vendido somente 300.000 unidade em um ano de vida o Game.com é um objeto caro entre os colecionadores (veja abaixo algumas imagens relacionadas ao aparelho).


Exemplo de box de jogo para o Game.com 

Jurassic Park

Sonic Jam

Batman & Robin

Resident Evil 2


Por ConstancioH

Conheça nossas matérias EXCLUSIVAS sobre o mundo dos games, clique aqui.
Quer receber sempre as atualizações das notícias? Siga-nos no Twitter - http://twitter.com/#!/MBgamenovo

Nenhum comentário:

Postar um comentário